Olá, Boa tarde! Seja bem vindo. Você está no portal Expresso1.com
32ºC
Arapiraca,
Tempo Nublado

Editorias

22/10/2015 00:05:09
Polícia
Assassino de filho de secretária pode ter escapado após rebelião
L.H.S.J, de 17 anos, estava internado do Centro de Ressocialização em Maceió
Reprodução
Redação

O menor L.H.S.J, de 17 anos, que foi apreendido em dezembro do ano passado, acusado de assassinar a tiros o jovem Erick Jones, filho da secretária de Cultura de Arapiraca, Tânia Santos, pode ter escapado na rebelião ocorrida nesta quarta-feira (21), no Centro de Ressocialização de Menores (CRM), em Maceió.

Vinte e seis menores abriram um buraco no muro do prédio do CRM e escaparam do internato.

Numa operação de recaptura, 13 menores foram localizados e reconduzidos para um local mais seguro.

Uma fonte informou à reportagem do Expresso1 que L.H.S.J pode ser um dos fugitivos. Até o momento, as autoridades que cuidam dos menores ainda não confirmaram as iniciais dos nomes dos fugitivos.

O menor acusado de ter assassinado Erick Jones foi apreendido durante operação realizada no Povoado Bálsamo, em Arapiraca, após o cumprimento de mandado de apreensão expedido pelo juiz Rômulo Vasconcelos de Albuquerque.

Na casa onde estava o menor foram encontrados um colete à prova de balas e cápsulas deflagradas.

Comentários
Mais de Polícia