Olá, Bom dia! Seja bem vindo. Você está no portal Expresso1.com
22ºC
Arapiraca,
Parcialmente Nublado

Notícias

11/04/2018 09:35:30
Alagoas
Ex-reitor da Ufal assume pasta da Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado
Rogério Pinheiro recebe missão de colocar em funcionamento o modelo de gestão do Parque Tecnológico de Alagoas
Ascom/AL Governador Renan Filho ao empossar o novo secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, Rogério Pinheiro
Redação com Assessoria

 O ex-reitor da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) por dois mandatos Rogério Pinheiro foi empossado na quarta-feira (4), pelo governador Renan Filho, como novo secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação. Pinheiro assume lugar deixado pelo ex-secretário Régis Cavalcante.

Durante a cerimônia, o governador assinou também o convênio com a Fundação Centros de Referência de Tecnologias Inovadoras (Certi), de Santa Catarina, que ficará responsável pelo modelo de funcionamento do Polo de Tecnologia da Informação, Comunicação e Serviços (Tics), em construção no bairro de Jaraguá, em Maceió. Em sua despedida do cargo, Régis Cavalcante destacou a importância do convênio para a estruturação da política pública de Ciência e Tecnologia em Alagoas.

“O desafio que assumimos no governo foi de construir essa visão de uma política pública efetiva no campo da Ciência e Tecnologia, o que vinha sendo feito de forma exitosa com fatos concretos como a edificação do polo que é hoje um marco que se encontra com quase 90% de sua estrutura física concluída. Com o convênio assinado hoje, damos possibilidade concreta de um modelagem de gestão que permita que o polo tenha capacidade de absorver toda a frente de ciência e inovação do Estado, com perspectiva de mobilizar as pequenas iniciativas, pequenas empresas, startups que têm demonstrado ansiedade com relação à efetividade do Polo de Jaraguá. Nossa passagem pela secretaria foi de estruturação, para que agora possa haver efetivamente uma ampliação das ações na área”, disse o ex-secretário.

De acordo com o novo secretário Rogério Pinheiro, que já ocupava o cargo de secretário executivo do órgão, os próximos passos devem mirar o desempenho das funções das instalações voltadas para o desenvolvimento da Ciência e Tecnologia em Alagoas. “Os polos que nós temos em Arapiraca, Batalha e Maceió vão ganhar vida com o contrato assinado hoje com a Certi. Sem o trabalho de definição da gestão do Parque Tecnológico, não iríamos a lugar nenhum. Temos que dar celeridade a esse trabalho. A parte de inovação, acredito, será mais fácil de implementar em várias regiões do Estado, junto ao Canal do Sertão, com o Polo de Batalha. Com Arapiraca, desenvolvemos parte agroalimentar. Em Maceió, será a área mais voltada para a tecnologia. E temos os projetos desenvolvidos com as comunidades, como os quilombolas, que podem ser estendidos para comunidades indígenas, com os programas de inclusão dessas comunidades na área tecnológica, inicialmente estimulando crianças e jovens através da robótica”, explicou Pinheiro.

Para o governador Renan Filho, o desenvolvimento tecnológico é um dos caminhos a serem percorridos em busca da diversificação da economia alagoana e avanços no desenvolvimento regional. “A chegada do professor Rogério Pinheiro e da Fundação Certi vão colaborar para abreviar distâncias, facilitar os caminhos para que a gente alcance nosso objetivo de criar aqui um polo que permita o desenvolvimento tecnológico, transformando o bairro do Jaraguá em um complexo muito interessante”, disse Renan Filho.

“O governo tem hoje muita slide fiscal, o que nos dá condições de fazer investimentos em pesquisa, em ciência e inovação por meio da Fapeal. Queremos conectar isso com a realidade do nosso Estado. A ciência, para que tem poucos recursos, deve ser feita próxima da realidade, pensando em novas técnicas de produção de camarão ou de plantio de alguma cultura que traga resultados em Alagoas. Esperamos que a passagem do professor Rogério Pinheiro seja produtiva, traga frutos para o Estado de Alagoas, que precisa muito disso”, observou o governador.

Participaram da cerimônia de posse o presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa de Alagoas (Fapeal), Fábio Guedes; o presidente Agência Reguladora de Serviços de Alagoas (Arsal), Lailson Gomes; o presidente da Junta Comercial, Carlos Araújo, e a diretora da Certi, Maria das Graças Cunha, além de representantes do setor de Ciência e Tecnologia no Estado.

 

Comentários
Mais de Alagoas