Olá, Bom dia! Seja bem vindo. Você está no portal Expresso1.com
21ºC
Arapiraca,
Estrelado

Notícias

07/11/2017 12:14:39
Brasil
3.500 homens do Exército, Marinha e Aeronáutica mais uma vez no Rio de Janeiro
Forças Armadas participam de operação conjunta com polícias em São Gonçalo
Tânia Rêgo/Agência Brasil
Redação com AB

 A operação realizada em comunidades de São Gonçalo, na região metropolitana do Rio de Janeiro, emprega 3.500 homens do Exército, Marinha e Aeronáutica, que integra também as polícias estaduais, a Força Nacional de Segurança, a Polícia Federal e a Polícia Rodoviária Federal.

Segundo as Forças Armadas, apoiam a operação 24 veículos blindados e 16 embarcações leves da Marinha, que atuam em águas da Baía de Guanabara. A ação faz parte do Plano Nacional de Segurança Pública no Rio de Janeiro, iniciado no final de julho deste ano.

Balanço parcial

De acordo com a Secretaria de Estado de Segurança (Seseg), até o momento foram presos três homens, sendo dois em flagrante e um que tinha mandado de prisão em aberto por latrocínio. Também houve apreensão de drogas, que ainda está sendo contabilizada. Um balanço vai ser divulgado ao término da operação, ainda sem previsão.

Dois integrantes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) ficaram feridos durante a operação conjunta . Eles faziam o policiamento de moto na rodovia Niterói-Manilha, em São Gonçalo, e foram alertados sobre “bandidos armados” próximos ao pedágio. Ao chegarem no local, foram recebidos a tiros e foram atingidos no pé, sem gravidade. Eles foram socorridos pelo helicóptero da corporação e levados para o hospital da região.

Disque Denúncia

O Disque Denúncia divulgou hoje o nome de 12 acusados de participar do tráfico de drogas, roubos de cargas, homicídios, roubo a estabelecimentos comerciais e roubo a instituições financeiras na região onde ocorre a operação. Foi oferecida recompensa de R$ 10 mil por informações que levem à prisão do traficante Thomaz Jhayson Vieira Gomes, conhecido como 2N da Salgueiro.

As denúncias recebidas pelo canal são encaminhadas em tempo real para a equipe no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC).

Comentários
Mais de Brasil