Olá, Bom dia! Seja bem vindo. Você está no portal Expresso1.com
21ºC
Arapiraca,
Tempo Limpo

Notícias

15/07/2016 09:00:31
Economia
Banco do Brasil disponibiliza R$ 200 milhões para a agricultura em Alagoas
Durante o lançamento do Plano Safra, foi feito também um balanço do que foi investido no ano agrícola anterior
Ascom/AL Secretário da Agricultura, Pecuária, Pesca e Aquicultura, Álvaro Vasconcelos, durante evento no Palácio do Governo
Redação com assessoria

 O Plano Safra do Banco do Brasil vai disponibilizar em Alagoas, para o ano agrícola 2016/2017, um total de R$ 200 milhões. O anúncio foi realizado pelo superintendente do banco em Alagoas, Marco Antônio Sanches, durante evento realizado no Palácio do Governo e que também contou com a presença do vice-governador Luciano Barbosa e do secretário da Agricultura, Pecuária, Pesca e Aquicultura, Álvaro Vasconcelos.

Do valor total, R$ 117 milhões serão destinados para o custeio e comercialização e os R$ 83 milhões restantes serão destinados para investimento como aquisição de máquinas e implementos.

“Esses recursos estão disponíveis para todos os segmentos da agricultura. Para a agricultura familiar são R$ 105 milhões, resultando em 22% de incremento com relação à safra anterior. Para os médios produtores, estão disponíveis R$ 48 milhões, 37% superior à safra anterior. Isso demonstra a pujança e a maturidade da nossa agricultura que vem crescendo em percentuais superiores aos demais estados do País a cada safra”, disse o superintendente.

Marco Antônio Sanches também aproveitou para prestar contas do ano anterior. Segundo ele, na comparação entre os anos de 2015 e 2016, houve uma grande evolução nos números de forma consolidada.

“No primeiro semestre de 2015, disponibilizamos R$ 49,5 milhões de desembolsos para a agricultura do Estado de Alagoas, e, em 2016, neste mesmo período, foram R$ 90 milhões, com 81% de incremento”, disse o superintendente do Banco do Brasil.

“Isso mostra que nós vamos ter um resultado muito bom na nossa safra do ano de 2016 em função do volume de crédito que o banco aplicou nesse primeiro semestre e que praticamente duplicou do ano de 2015 para 2016”, afirmou o secretário Álvaro Vasconcelos.

Comentários
Mais de Economia