Olá, Bom dia! Seja bem vindo. Você está no portal Expresso1.com
21ºC
Arapiraca,
Tempo Limpo

Notícias

21/10/2016 04:00:19
Educação
Estudantes mostram invenções em feira de tecnologia em Arapiraca
Mostra segue até sexta-feira (21)
Assessoria
Redação com assessoria

 

Um reator eletroquímico à base de energia solar para tratamento de resíduos em pequenas indústrias de laticínios, uma pomada natural desenvolvida a partir das folhas do mentrasto para pessoas que sofrem de artrite e um minigerador que utiliza a energia eólica (vento) para tratamento de água e resíduos nas cidades.

São apenas três exemplos de vários projetos que alunos de escolas da rede estadual de ensino do Agreste e Sertão de Alagoas estão apresentando na segunda edição da Mostra Científica de Inovação e Tecnologia (Mocitepial), tendo como local a Escola de Tempo Integral Professora Isaura Antônia Lisboa (Epial), na cidade de Arapiraca.

A mostra foi aberta oficialmente na quarta-feira e prossegue até esta sexta-feira (21), com a mobilização de alunos e professores de escolas públicas e particulares de ensino fundamental, médio, técnico e superior de várias cidades da região.

As invenções científicas dos estudantes do 1º ao 3º ano do Ensino Médio e Técnico foram classificadas nas categorias estabelecidas a partir das áreas de Engenharia, Ciências Agrárias, Ciências Ambientais, Ciências Biológicas, Ciências Exatas, Ciências Humanas, Ciências da Saúde, Sociais e Aplicadas.

Segundo a coordenadora da Mostra Científica de Inovação e Tecnologia (Mocitepial), professora Nadja Maria Alves de Souza, a segunda edição do evento conta mais uma vez com o apoio do vice-governador e secretário de Estado da Educação, Luciano Barbosa, e da 5ª Gerência Regional de Ensino (Gere).

A coordenadora revelou que as criações e projetos científicos estão expostos em 18 estandes montados no pátio da Escola de Tempo Integral Professora Isaura Antônia Lisboa (Epial), localizada no bairro Baixão, em Arapiraca.

“Com o apoio dos professores e especialistas, a gente vê exemplos desses jovens que usam a criatividade e os conhecimentos adquiridos em sala de aula para apresentar soluções para problemas do nosso cotidiano, e da troca de experiências com os outros estudantes, educadores e visitantes”, afirmou a coordenadora Nadja Alves.

Um reator diferente

Um dos destaques da mostra científica é a invenção de um reator eletroquímico à base de energia solar, produzido pelas alunas Marcela Silva e Ana Paula Bezerra, sob a orientação do professor de Química Jenivaldo Lisboa, da Escola Estadual Muniz Falcão, da cidade de Cacimbinhas.

O invento propõe uma alternativa sustentável para o tratamento de resíduos em pequenas indústrias de laticínios.

“Nosso município tem várias empresas que produzem derivados do leite, e o projeto tem a proposta de evitar que os líquidos sejam descartados no solo e contamine os mananciais em nossa cidade”, relata a estudante Ana Paula Bezerra.

A jovem explica que a utilização do reator gera uma corrente elétrica por meio de eletrodos que provoca a ação de íons num processo de separação de substância contaminantes. “Tudo isso gera uma redução de 90% da sujeira no processo de produção de leite, queijo e outros derivados”, explica a estudante sob o olhar atento de visitantes.

A segunda edição da Mostra Científica de Inovação e Tecnologia (Mocitepial), na Escola de Tempo Integral Professora Isaura Antônia Lisboa (Epial), será encerrada nesta sexta-feira (21), na cidade de Arapiraca, com a premiação para as melhores criações e invenções dos alunos.

A coordenadora Nadja Alves também revelou que um grupo de estudantes já está com viagem marcada para a cidade de Novo Hamburgo, no interior do Rio Grande do Sul, onde irão representar Alagoas em uma feira de tecnologia com três projetos: o uso da farinha de jenipapo para tratamento de anemia em crianças, utilização de um inseticida à base da planta comigo-ninguém-pode para o controle de baratas e a aplicação da pomada de mentrasto para pessoas com artrite.

 

Comentários
Mais de Educação