Olá, Bom dia! Seja bem vindo. Você está no portal Expresso1.com
21ºC
Arapiraca,
Estrelado

Blog do Márcio | Márcio Pedro

Quem é Márcio Pedro? Contador e Pós-graduado em Gestão Financeira, Controladoria e Auditoria, é Gerente Administrativo de uma grande indústria e distribuidora de alimentos. Sempre atualizado em assuntos de economia, política, educação e literatura, escreve também microcontos
10/09/2017 13:44:44
Até onde o candidato a presidência Bolsonaro poderá chegar?
Google

Em segundo lugar, nas ultimas pesquisas de opinião pública, atrás apenas da duvidosa candidatura de Lula, Jair Bolsonaro , candidato da extrema direita vem conquistando alguns seguidores, principalmente na internet, porém não sabemos se essa amizade virtual se concretizará em votos na urna, já que pesquisa recente da folha de são Paulo informou que o mesmo, recebe cada vez mais adepto nas suas redes sociais, mas que muitos internautas entram para discursões contrarias à suas ideias e não necessariamente para apoia-lo.


Saindo do território virtual para o real, qual o alcance do seu nome para atrair cada vez mais eleitores? Ainda não temos estimativas, mas observações nos dá uma pequena noção de que ele tem muitos poucos apaixonados no interior das grandes cidades, principalmente na área rural que ainda não o conhecem. Esperamos saber como ele vai penetrar nesse eleitorado menos esclarecido e mais propenso a políticas assistencialistas dos últimos governos.


No campo político, Bolsonaro não tem representação política forte e consistente que o faça subir e se apresentar como um candidato com grandes chances de vencer uma disputa presidencial, onde também não tem apoio internacional envolvente que o faça um candidato alicerçado para políticas externas. Além de ser desconhecido por boa parte da população, o candidato Bolsonaro não tem estrutura financeira para bancar hoje uma campanha presidencial de alto custo como é no Brasil.


Recentemente o candidato Bolsonaro trocou seu partido PSC pelo o PEN (partido ecológico nacional) para poder se lançar como candidato, devidos há algumas divergências de apoios no antigo partido.


Com um discurso conservador em assuntos como pátria, família e costumes Bolsonaro é uma incógnita na campanha do ano que vem. Conseguirá ele driblar todos esses problemas de sustentação e base política para permanecer como um candidato forte para o embate, ou definhará a medida que a campanha presidencial realmente começar?


Envolvidos em muitas polemicas, e extremo no seu modo particular de avaliar as mudanças do tempo na vida da sociedade, e com um eleitor mais distante de extremistas, seja da direita ou da esquerda, fica cada dia mais difícil para esse candidato, que surgiu de uma forma inesperada, se aproveitando da imundície da política atual, crescer no eleitorado como o candidato que porá o país nos trilhos, como prega na mídia. Resta saber que ele necessita de apoio, seja para se eleger, seja para governar, e esse seu temperamento e forma de pensar não ajuda muito em um pais laico, globalizado e com uma sociedade cada vez mais descentralizada.

1 Comentário

Mais de Blog do Márcio | Márcio Pedro